ARTIGO

Coronel Camilo: ‘Benefícios para o Corpo de Bombeiros’

"Recentemente manifestei total apoio, na Assembleia Legislativa, a um projeto aprovado para ajudar quem salva tantas vidas", afirma o parlamentar


27 de Fevereiro de 2018

 

Coronel Álvaro Camiloex-comandante-geral da PM de São Paulo e deputado estadual pelo PSD-SP

 

Nada mais justo do que também trabalhar por melhorias no Corpo de Bombeiros da Polícia Militar. Por essa razão, recentemente, manifestei total apoio, na Assembleia Legislativa, a um projeto aprovado para ajudar quem salva tantas vidas. É um sistema que dá mais autonomia na hora da distribuição de valores arrecadados com a taxa de segurança contra incêndios, sem qualquer aumento de custo para o erário. Com isso, esse serviço imprescindível poderá ser ampliado por todo Estado.

Os bombeiros atuam em vários tipos de ocorrências, não só direcionadas a incêndios. Vinte e quatro horas, as equipes agem em resgate em acidentes de trânsito, enchentes, retirada de vítimas de locais perigosos, colaboram com grávidas em trabalho de parto, salvamento marítimo, fazem vistorias em prédios para visar maior segurança dos moradores, dentre outras ações vistas até pelos noticiários. Com essa proposta que foi aprovada, o Corpo de Bombeiros poderá oferecer mais cursos para seus profissionais, melhorar os equipamentos (sendo na conservação e instalação) e investir nas escolas de formação de bombeiros civis e guarda vidas.

Além disso, a mudança possibilitará uma ampliação dos trabalhos disponibilizados nos municípios. Regiões que ainda não tem postos do Corpo de Bombeiros, por exemplo, poderão ter. É bom frisar que esse projeto não trará quaisquer despesas para o Estado ou para a população. Não estão sendo criadas taxas novas. Funciona da seguinte forma: hoje um comércio que quer abrir, necessita do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro (AVCB) – e isso incluiu a cobrança de uma taxa. Esse valor, antes, ia para um fundo da PM, agora vai diretamente para o fundo do Bombeiro. É uma iniciativa justa, pois é um trabalho já feito por eles.

A destinação destes valores também permitirá a compra de viaturas, equipamentos operacionais, de emergências químicas e ainda educação pública junto à população, ou seja, priorizar o cidadão – esse é o objetivo. Atualmente, existem em média 8.764 bombeiros e 2.400 viaturas, com destaque e reconhecimento internacionais. Fico satisfeito em poder colaborar com a expansão deste trabalho. Sou bombeiro e tenho gratidão pelo serviço que eles prestam.

Como Coordenador da Frente Parlamentar de Segurança na Assembleia, irei continuar em busca de boas ações para a segurança. Vamos em frente!

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter