EDUCAÇÃO

Bauru avança nos índices do Ensino Fundamental

Município administrado pelo prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) superou meta estabelecida pelo Governo Federal e obteve notas acima da média nacional em avaliação do MEC


10 de setembro de 2018

O município obteve índice geral de 6,1 nas turmas de 5º ano do Ensino Fundamental, em uma escala de 0 a 10.

 

 

Os investimentos no setor educacional promovidos pela gestão do prefeito de Bauru, Clodoaldo Gazzetta (PSD), melhoraram o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) registrado em 2017 pela cidade, a mais populosa do Centro-Oeste paulista, com 371 mil habitantes. O município obteve índice geral de 6,1 nas turmas de 5º ano do Ensino Fundamental, em uma escala de 0 a 10.

O resultado representa um aumento de 0,2 em relação à edição anterior do Ideb, divulgada em 2015. Além disso, está acima da média nacional, de 5,6, e da meta de seis pontos proposta aos municípios pelo Ministério da Educação (MEC).

Os dados foram anunciados na segunda-feira (3) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo levantamento. Principal indicador da qualidade da educação de base no País, o estudo avalia a taxa de rendimento escolar (índice de aprovação dos alunos) e as médias de desempenho na Prova Brasil, que verifica os conhecimentos dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática.

Ainda segundo o Ideb, 97% dos alunos matriculados no 5º ano são aprovados na rede municipal de Bauru. A cidade também atingiu a nota 6,29 no Indicador de Aprendizado.

Em relação às turmas do 9º ano, o município obteve 4,9 — índice geral também superior ao apresentado no Ideb de 2015. Mesmo abaixo da meta proposta pelo MEC, o número ainda é maior que a média nacional, de 4,3.

A cidade registrou 91% de aprovação nessa etapa educacional e 5,35 no Indicador de Aprendizado. A média nacional é de 85% de aprovação e 5,03 em Aprendizado.

“Ultrapassamos a meta proposta pelo MEC para os anos iniciais do Ensino Fundamental, mas sabemos que ainda temos muito o que fazer para melhorar os índices dos anos finais. Continuaremos fortalecendo as ações pedagógicas dos professores, no sentido de trabalharem com os alunos atividades que possam gerar o avanço desses resultados”, afirmou a secretária municipal de Educação, Isabel Miziara.

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter