GESTÃO

Caged destaca geração de empregos em Itupeva

Município administrado pelo prefeito Marcão Marchi (PSD) ocupa a primeira posição entre as cidades do Aglomerado de Jundiaí e o 12º lugar no Estado de São Paulo, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados


04 de Fevereiro de 2019

O prefeito Marcão Marchi

 

Administrado pelo prefeito Marcão Marchi (PSD), o município de Itupeva, no interior paulista, conquistou a primeira posição entre as cidades do Aglomerado de Jundiaí que mais geraram empregos formais em 2018, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Governo Federal. Ainda segundo o levantamento, a cidade ocupa o 12º lugar no Estado de São Paulo.

O resultado leva em consideração a proporção entre o número de vagas e a população do município, que tem cerca de 59 mil habitantes. Além de Itupeva e Jundiaí, o Aglomerado é composto por Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Louveira e Várzea Paulista.

De acordo com o Caged, Itupeva registrou um saldo positivo de 2.083 vagas de empregos formais, número que representa um crescimento de 8,61% em relação ao ano anterior. “O resultado positivo se dá por conta do trabalho que vem sendo realizado pela gestão do prefeito Marcão Marchi. A intenção é trazer empresas para Itupeva, conquistar novamente a confiança dos empreendedores e profissionalizar os moradores por meio de cursos gratuitos”, destacou o prefeito em exercício, Alexandre Mustafa.

Entre as principais ações realizadas pela Prefeitura para o desenvolvimento econômico local e a geração de empregos está o programa InovAção Itupeva. Lançado em 2017, o projeto ofereceu incentivos fiscais e possibilitou a instalação de 25 indústrias e 218 estabelecimentos comerciais.

Outra iniciativa importante foi a inauguração, em novembro do mesmo ano, da Sala do Empreendedor, onde já foram atendidos 1.178 munícipes e registrados 449 microempreendedores individuais. Além disso, a administração promoveu cursos de qualificação profissional gratuitos para quatro mil pessoas, em parceria com instituições como o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter