Saúde

Cristais Paulista investe no combate à obesidade

Gestão da prefeita Katiuscia Leonardo (PSD) promove o programa Reeducação Alimentar, que oferece atividades físicas e orientação sobre hábitos alimentares saudáveis


08 de agosto de 2017

A prefeita de Cristais Paulista, Katiuscia Leonardo (PSD).

 

 

Combater a obesidade e proporcionar melhor qualidade de vida à população, com a prática regular de exercícios físicos, são as metas do programa Reeducação Alimentar, que a gestão da prefeita de Cristais Paulista, Katiuscia Leonardo (PSD), inicia nesta semana. Situada na região norte do Estado de São Paulo, próxima a Franca, a cidade tem cerca de 8 mil habitantes.

A iniciativa será realizada uma vez por semana, sempre às quartas pela manhã, na unidade do Programa Saúde da Família (PSF). De acordo com Katiuscia Leonardo, o projeto tem caráter preventivo, já que a obesidade está associada a diversas doenças, tais como hipertensão, diabetes, apneia, disfunções pulmonares, úlceras e males psicológicos como depressão e problemas de autoestima.

Dados do Ministério da Saúde mostram que, atualmente, mais da metade da população brasileira está acima do peso (53,8%). Segundo a Prefeitura, Cristais Paulista apresenta números semelhantes. “Nosso objetivo principal é trabalhar a prevenção. Ela gera economias consideráveis para o município e poderemos continuar os investimentos e termos um serviço de qualidade. Vamos sensibilizar e conscientizar os pacientes com atividades lúdicas”, explicou Katiuscia.

O projeto não tem número fechado de vagas e, além das orientações alimentares, os moradores poderão participar de um grupo de caminhadas que se reúne na Praça Nicola Olívio Raiz, em frente ao PSF. “Vamos ter encontros semanais com qualquer tipo de pessoa, de crianças a idosos. O programa vai auxiliar todos na corrida contra os males que podem causar graves problemas”, explica a secretária de Saúde, Solange Ferreira.

O Reeducação Alimentar prevê ainda encontros com o médico da Estratégia Saúde da Família e uma educadora física. “A alimentação saudável também vai ser associada com a prática de atividade física supervisionada. Só assim atingiremos as metas estabelecidas pelo programa”, completou a educadora Elisa Raiz.

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter