COMUNICAÇÕES

Internet para Todos reúne prefeitos em Brasília nesta segunda

Mais de 2.260 cidades estarão representadas em evento, que terá a presença do presidente Michel Temer e do ministro Gilberto Kassab, para assinatura de termo de adesão ao programa


09 de Março de 2018

O ministro Gilberto Kassab esteve em Chapadinha (MA) para apresentar o Programa Internet Para Todos

 

A partir das 15 horas de segunda-feira (12), prefeitos e representantes de mais de 2.260 municípios de todo o Brasil estarão reunidos em Brasília, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, para a assinatura o termo de adesão ao programa federal Internet para Todos. O documento será assinado, na cerimônia, pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

O Internet para Todos já tem 2.260 cidades prontas para assinar o termo de adesão. O número de municípios habilitados pode ser acrescido em mais de 330, já que 2.593 cidades manifestaram interesse em participar do programa.

O programa vai beneficiar uma fatia da população hoje excluída da rede mundial de computadores, democratizando o acesso à informação e aos serviços públicos hoje disponíveis on line. Cerca de 40 mil localidades devem ser beneficiadas pelo programa.

Inclusão social

O ministro Gilberto Kassab tem se esforçado para esclarecer pessoalmente prefeitos e gestores municipais de todo o País sobre a importância do programa, que vai permitir o acesso de escolas e postos de saúde de todas as regiões à rede mundial de computadores, tornando mais eficientes os serviços públicos e ampliando as oportunidades de aprendizado de estudantes brasileiros, além de oferecer conectividade com preços reduzido às famílias.

Para Kassab, o Internet para Todos é um dos maiores programas de inclusão social hoje em andamento no País. Nesta sexta-feira (9), por exemplo, ele se reuniu com prefeitos maranhenses, nas cidades de Chapadinha e Grajaú, no Maranhão.

O termo de adesão que será assinado pelos prefeitos define a infraestrutura básica e as condições para a participação dos municípios no programa. As prefeituras devem indicar onde serão instaladas as antenas para distribuição do sinal de internet, além de garantir a segurança da área e arcar com as despesas de energia elétrica.

Os municípios beneficiados nesta primeira fase do Internet para Todos começarão a receber as antenas em maio, e a expectativa é que sejam instaladas 200 antenas por dia. A operação será feita pela empresa Viasat, dos Estados Unidos, que foi contratada pela Telebras.

A conexão de internet será feita por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), de propriedade do governo brasileiro e que recebeu R$ 3 bilhões em investimentos. Em órbita desde maio de 2017, o satélite tem vida útil de 18 anos. O Internet para Todos oferecerá aos usuários conexão a preços reduzidos.

Além dos convênios com as prefeituras, o MCTIC já firmou parcerias com o Ministério da Defesa, para garantir o monitoramento de 100% das fronteiras brasileiras, ampliando as ações de combate ao tráfico de armas e drogas; com o Ministério da Educação, para levar banda larga para todas as escolas públicas do país, sendo que 7 mil serão beneficiadas já em 2018; e com o Ministério da Saúde, para implantar internet em hospitais e postos de saúde, melhorando a gestão pública e a qualidade dos serviços prestados à população.

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter