PSD MULHER

Marilza Oliveira defende educação e direitos femininos

Vice-prefeita e secretária de Saúde de Rio Grande da Serra relembra trajetória política e os principais projetos realizados no município do Grande ABC


08 de fevereiro de 2019

Defesa de investimentos no setor educacional e a luta pela ampliação da participação das mulheres na política marcam a trajetória de Marilza

 

A defesa de investimentos no setor educacional e a luta pela ampliação da participação das mulheres na política marcam a trajetória de Marilza Aparecida de Oliveira (PSD), vice-prefeita e secretária de Saúde em Rio Grande da Serra, cidade paulista de cerca de 50 mil habitantes da região do Grande ABC. Conhecida pela colaboração nas realizações do prefeito Gabriel Maranhão (sem partido), ela destaca entre as suas conquistas mais recentes a implantação na cidade de um polo do Programa Guri, do Governo do Estado.

Marilza foi responsável por encaminhar a demanda e articular com a Secretaria Estadual de Cultura o início do projeto, que oferece cursos de instrumentos musicais a 210 crianças e jovens do município. Desde maio de 2018, as aulas são ministradas no Anfiteatro Primeira-Dama Zulmira Jardim Teixeira, obra inaugurada pela gestão do prefeito.

“Esse foi um programa que consegui levar para a cidade. A minha insistência em batalhar por ele valeu a pena. Conversei com o então secretário, José Penna, e o pessoal da Santa Marcelina (organização social responsável pela gestão do programa). Mostrei o teatro e eles acharam o espaço maravilhoso. É realmente um teatro de primeiro mundo”, conta a vice-prefeita, que exerce o segundo mandato consecutivo.

As discussões políticas sempre despertaram o interesse de Marilza, que é professora há 30 anos e possui extenso currículo acadêmico, com graduações em História, Estudos Sociais e Pedagogia. Ela também fez especializações em Gestão e Supervisão Escolar, na Faculdade de Carapicuíba, e História, Sociedade e Cultura, na PUC de São Paulo.

Em 2008, na primeira eleição que disputou, foi a terceira vereadora mais votada, com 759 votos, e se tornou a única representante feminina entre os nove parlamentares da Casa. “Gostaria que mais mulheres participassem da política e pudessem assumir cargos nas prefeituras, assembleias e ministérios. Nós estamos preparadas para isso”, afirma a vice-prefeita, que não descarta a possibilidade de alçar voos mais altos na vida pública.

Prestigiada pelo prefeito Gabriel Maranhão, ela assumiu a Secretaria Municipal de Saúde há cerca de dois meses e diz que dará prioridade à ampliação do atendimento médico nas unidades básicas.

FILIAÇÕES

Em visita recente à sede do núcleo paulista do PSD Mulher, em São Paulo, Marilza acompanhou a filiação de três lideranças que pretendem disputar uma vaga na Câmara de Rio Grande da Serra em 2020: a bióloga Juliana Copina, a assistente social Tânia Maria e a administradora de empresas Rosângela Aparecida Paulino. As filiações foram abonadas pela coordenadora nacional do PSD Mulher, Alda Marco Antonio, que saudou as novas filiadas e destacou a importância da vice-prefeita. “Ela tem experiência para fortalecer cada vez mais as bandeiras políticas das mulheres em Rio Grande da Serra.”

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter