ELEIÇÕES 2018

PSD se consolida entre os quatro maiores partidos do País

Com mais de 24 milhões de votos, partido elegeu 34 deputados federais, quatro senadores, 57 deputados estaduais e um governador, confirmando sua importância no cenário político


08 de outubro de 2018

Sete anos após sua criação, em 2011, o PSD se consolidou, na eleição deste domingo (7), como um dos quatro maiores partidos do País, superando siglas tradicionais, com muito mais tempo de atividade. Em todo o Brasil, o PSD teve mais de 24,7 milhões de votos. Com a eleição de 34 deputados federais, o PSD terá a quarta maior bancada da Câmara, à frente do MDB e do PSDB. Além disso, o PSD elegeu quatro novos senadores, elevando para sete o número de representantes no Senado, onde terá a terceira maior bancada, juntamente com o DEM.

O partido também elegeu um governador em primeiro turno, Ratinho Junior, no Paraná, e tem dois outros candidatos disputando o segundo turno: Belivaldo Chagas, em Sergipe, e Gelson Merisio, em Santa Catarina. Os dois chegaram em primeiro lugar na apuração de votos deste domingo e disputam o segundo turno na condição de favoritos. Há também dois vice-governadores do PSD na disputa do segundo turno – Marcos Montes, em Minas Gerais, e José Paulo Cairoli, no Rio Grande do Sul.

Em todo o País, o PSD elegeu 58 deputados estaduais, com destaque para os Estados da Bahia, Paraná, Santa Catarina e Sergipe.

Os novos senadores do partido são Angelo Coronel (eleito com 3,9 milhões de votos na Bahia); Petecão (30,7% dos votos no Acre); Arolde de Oliveira (2,38 milhões de votos no Rio de Janeiro) e Irajá Abreu (16,8% dos votos no Tocantins). Na próxima legislatura, eles se juntarão aos outros senadores do partido – Otto Alencar (BA), Omar Aziz (AM) e Lasier Martins (RS) –, compondo uma bancada com 7 integrantes.

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter