São Paulo

PSD tem representante no Conselho Municipal da Juventude

Militante do núcleo de jovens do partido na capital paulista, universitário Leandro José dos Santos defende o estímulo à tecnologia e o empreendedorismo


11 de setembro de 2018

Leandro José dos Santos: “Participar de conselhos tem sido um grande aprendizado para entender como funciona a máquina pública”

 

 

Promover o empreendedorismo e ampliar o acesso da população às informações sobre os serviços públicos. Esses são os principais objetivos do universitário Leandro José dos Santos, de 29 anos, membro recém-eleito do Conselho Municipal dos Direitos da Juventude (CMDJ) de São Paulo, e militante do PSD Jovem.

Morador de Pirituba, na zona noroeste da capital paulista, Leandro é estudante de Engenharia Eletrônica, na Unip, e de Tecnologia em Gestão Pública no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Como integrante do Conselho, defende maior divulgação para o Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas (VAI TEC).

Coordenado pela Agência São Paulo de Desenvolvimento (Adesampa), o projeto visa a estimular e apoiar financeiramente empreendimentos inovadores criados por jovens de baixa renda que utilizem a tecnologia como parte essencial do modelo de negócios. “O fortalecimento do Vai TEC é um trabalho que deve ser feito. Ele precisa ser mais divulgado porque estimula o empreendedorismo”, destaca Leandro.

O gosto por debates sobre assuntos de interesse coletivo fez com que o universitário atuasse em outras frentes. Além do CMDJ, ele participa do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CADES), do Conselho Participativo Municipal e do Conselho de Campus (Concam), do Instituto Federal.

“Participar de conselhos tem sido um grande aprendizado para entender como funciona a máquina pública”, explica Leandro, que desde a infância é atento ao noticiário político e sempre foi estimulado pelos pais a conversar sobre o tema.

O trabalho da mãe, Rita de Cássia, professora aposentada da rede municipal, influenciou bastante o jovem. “Ela era servidora por vocação. Quero ser servidor público não pela estabilidade ou o salário, mas pelo prazer de sentir que estou fazendo algo pela população.”

Militância

Leandro iniciou sua militância no PSD Jovem em 2016, a convite do coordenador estadual do núcleo e candidato a deputado estadual pelo partido em São Paulo, Rafael Auad. Antes disso, já se identificava com as propostas da sigla, entre elas a defesa do empreendedorismo, além de iniciativas como a Lei Cidade Limpa, criada pelo presidente licenciado do PSD, Gilberto Kassab, durante sua gestão como prefeito de São Paulo (2006-2012).

O universitário cita outras lideranças pessedistas que inspiram sua atuação, como o presidente da Fundação Espaço Democrático, Guilherme Afif Domingos, e o deputado federal e candidato a governador do Distrito Federal Rogério Rosso. “É um partido que tem um grupo de políticos muito forte, um pessoal qualificado, e o PSD Jovem também é um reflexo disso”, afirma Leandro.

 Comente!



*

multimídia Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter