1 de outubro marca homenagem aos 56 mil vereadores do País

Do total de 56.810 vereadores espalhados pelo País, cerca de 5 mil são do PSD, como Marco Aurélio Cunha (foto), vice-presidente da Câmara Municipal de São Paulo.


01 de outubro de 2013

Nesta terça-feira, 1º de outubro, foi comemorado em todo o País o dia de um dos importantes personagens da política brasileira: o vereador.  Em todo o País, eles são 56.810, espalhados por 5.570 municípios. Desses, cerca de 5 mil são do PSD (Partido Social Democrático).

“O vereador é o canal que existe entre as reivindicações do munícipe e seu representante”, diz Marco Aurélio Cunha, vereador do PSD e vice-presidente da Câmara Municipal de São Paulo. “Essa relação é muito importante, mas deveria ser mais próxima. É por isso que o cidadão precisa guardar em que votou, e acompanhar o mandato desse representante para poder cobrar. Me sinto honrado em ser vereador nesta cidade.”

Coronel Álvaro Camilo

O Coronel Álvaro Camilo  (PSD), também vereador em São Paulo,  lembra que o vereador “é a voz do povo, traduzida em leis e posturas municipais, a linha direta entre a população e o executivo. O nosso trabalho é propor ações que possam melhorar a vida das pessoas.”

 

A vereadora Edir Sales

 

Edir Sales, também representante do PSD no legislativo paulistano, lembra da responsabilidade do vereador; “Somos o elo fundamental entre o Poder Legislativo e a sociedade, por isso mesmo temos a responsabilidade de propor benfeitorias, obras e serviços para o bem-estar da vida da população em geral”.

O vereador Goulart

Para outro parlamentar do PSD, Antônio Goulart,”ser vereador de uma cidade como São Paulo é um desafio, porque não basta trabalhar, é preciso superar, dia a dia e todos os dias, divergências políticas sem abdicar da ideologia para bem representar e buscar qualidade de vida para a população. É discutir as questões de cada canto e da cidade como um todo, é atender os cidadãos, ouvir e encaminhar suas reivindicações,  buscar soluções para suas necessidades.

É elaborar projetos  que resultem em leis  significativas  e, sim, ser a voz da população para fiscalizar os atos do Poder Executivo. Tenho muito respeito por esse mandato, aliás,  o quinto  que me foi confiado e que tenho procurado exercer com todo zelo há quase 17 anos. É pelos meus mandatários que levanto todos os dias motivados para fazer hoje, melhor do que fiz ontem, sempre em busca de um amanhã melhor para nós, nossos filhos, netos e nossa cidade”.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter