Ministério das Cidades garante investimento na Baixada Santista

Em visita a Santos, o ministro Gilberto Kassab disse que investimento de R$ 481 milhões em obras de mobilidade na região não sofrerá impacto com o ajuste fiscal


30 de março de 2015

Kassab em Santos: recursos não sofrerão cortes

Kassab em Santos: recursos não sofrerão cortes

Em reunião com prefeitos da Baixada Santista, no Paço Municipal de Santos, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, garantiu neste sábado (28) que os recursos para os projetos já aprovados pela pasta serão repassados aos municípios. Segundo ele, os investimentos de R$ 481,2 milhões voltados às obras de mobilidade urbana na região – anunciados no ano passado pela presidente Dilma Rousseff – não sofrerão impactos com contingenciamento orçamentário do Governo Federal.

No encontro, foi debatida também a inclusão de novos projetos para o desenvolvimento regional e projeções de unidades habitacionais para a terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida – cuja elaboração deve ocorrer no próximo ano.

Veja reportagem da TV Tribuna, coligada da TV Globo em Santos, sobre a visita do ministro.

De acordo com o ministro, os projetos aprovados são importantes para o desenvolvimento regional e mesmo eventual atraso nas remessas financeiras não deve comprometê-los. “Um grande investimento, em geral, leva-se até 10 anos entre seu projeto e a entrega das obras. Seis ou sete meses de contenção econômica não terão grandes prejuízos ao andamento dos projetos”, diz o ex-prefeito de São Paulo.

Dentre as intervenções com recursos assegurados pela União, destacam-se a remodelação da Avenida Martins Fontes, na entrada de Santos; o corredor metropolitano Santos-São Vicente (túnel ligando as zonas Noroeste e Leste santistas); um anel marginal na Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, em Praia Grande; terminais de transbordo de passageiros, em Bertioga; construção de 24 quilômetros de vias para o BRT do Litoral Sul.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter