GESTÃO

Atibaia amplia horário de funcionamento do comércio

Medida adotada pelo prefeito Saulo Pedroso (PSD) tem como objetivo evitar aglomerações e a disseminação da covid-19 no município do interior paulista


05 de agosto de 2020

 

O prefeito Saulo Pedroso

 

Para evitar aglomerações e combater a covid-19 em Atibaia, município de cerca de 142 mil habitantes do interior paulista, a gestão do prefeito Saulo Pedroso (PSD) determinou o escalonamento e a ampliação do horário de funcionamento do comércio local a partir desta segunda-feira (3). As medidas foram estabelecidas pelo decreto municipal 9.268, publicado pela administração na sexta-feira (31).

Segundo o decreto, grandes lojas podem funcionar das 10h às 20h, mas devem respeitar, entre outras normas, o limite de 30% de ocupação do estabelecimento, a higienização de clientes e colaboradores e o controle do fluxo de pessoas. Os prestadores de serviço poderão trabalhar das 9h às 18h, mas salões de beleza, barbearias e similares só deverão atender os clientes de quarta-feira a sábado.

Bares, restaurantes e similares permanecem autorizados a funcionar de segunda a quinta-feira, desde que ofereçam entrega de embalagem para viagem, pessoalmente ou pelo sistema drive-thru. De sexta-feira a domingo, podem abrir para consumo no local até às 22h, mas devem respeitar o limite de ocupação estabelecido pela Prefeitura. O decreto municipal está disponível aqui.

“Nós não pressionamos o serviço de transporte coletivo da cidade, evitamos que as pessoas fiquem sujeitas a aglomerações em horários de pico e conseguimos fazer com que a retomada aconteça de maneira segura”, explicou o prefeito em vídeo publicado em suas redes sociais.

No último dia 24, o Governo do Estado anunciou o avanço da Divisão Regional de Saúde de Campinas, da qual Atibaia faz parte, da fase vermelha do Plano São Paulo — em que somente os serviços essenciais são autorizados — para a laranja, que permite a abertura do comércio com restrições. “Estamos organizando uma escala de funcionamento da atividade econômica no município um pouco diferente do plano do Governo do Estado, que tem uma proposta de reduzir o tempo de atendimento. Em nossa avaliação, isso gera mais aglomeração. Nossa ideia é ampliar o tempo de funcionamento das atividades econômicas e criar uma escala”, destacou o prefeito.

Durante o vídeo, Saulo Pedroso também pediu a colaboração dos moradores e ressaltou que as medidas somente terão resultados positivos se a população respeitar as normas estabelecidas pelo decreto.

Casos

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura nesta segunda-feira, Atibaia tem 731 casos confirmados e 34 mortes provocadas pela doença. Outros 182 pacientes aguardam os resultados de exames laboratoriais.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter