câmara

Bertaiolli apresenta a Paulo Guedes relatório da MP que revitaliza a economia

Deputado federal do PSD de São Paulo definiu detalhes do texto que será encaminhado para votação nos próximos dias


27 de maio de 2021

O ministro Paulo Guedes e o deputado Marco Bertaiolli

O deputado federal Marco Bertaiolli, do PSD, se reuniu nesta quarta-feira (26) com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para apresentar uma prévia do relatório da MP 1040/2021, que pretende modernizar e desburocratizar o ambiente de negócios no Brasil. A nova legislação, segundo o parlamentar, agiliza a abertura de empresas, fomenta novos negócios, recupera os empregos e promove a recuperação econômica.

“O nosso trabalho é modernizar o ambiente de negócios do Brasil e gerar postos de trabalho, fomentando e fortalecendo o empreendedorismo”, destaca Bertaiolli, que prevê a entrega do relatório para ser votado na Câmara Federal nas próximas semanas. “Assim que seguir todos os trâmites e for sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, a nova legislação já entra em vigor”.

Segundo o deputado, a reunião com o ministro Paulo Guedes teve como objetivo alinhar os últimos detalhes do relatório que está sendo produzido com base numa série de discussões com diversos segmentos empresarial e de serviços do País. “Esta é uma medida que impacta muitos setores. Quando há qualquer alteração numa legislação deste porte é preciso muito cuidado para que ninguém saia prejudicado ou beneficiado”.

Ainda segundo o deputado, a MP tem como objetivo justamente a recuperação dos empregos e o fomento de novos negócios e servirá como uma alavanca para a retomada da economia. “Ainda mais agora, em que todos os setores sofreram e ainda sofrem com os efeitos devastadores desta pandemia econômica causada pelo novo coronavírus”.

Na opinião do parlamentar, a MP editada pelo Ministério da Economia é a “grande” chance de colocar o País dentre as melhores economias do mundo, desburocratizando a abertura de empresas e fomentando novo. “Melhorar o ambiente de negócios no Brasil vai fortalecer a economia interna com a possibilidade de ampliar a exportação de produtos, que ainda ocorre dentro do que estabelece uma legislação de quase 80 anos”, destaca Bertaiolli, que também é vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços no Congresso Nacional.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter