ELEIÇÕES 2020

Cidade precisa de zeladoria, diz Andrea Matarazzo

O candidato do PSD a prefeito de São Paulo visitou o Largo do Arouche e imediações. "O Centro da cidade merece zeladoria especial, cuidado que eu tinha quando fui subprefeito e secretário", afirmou


14 de outubro de 2020

Andrea e Marta Costa em visita ao Bom Retiro

 

O candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSD, Andrea Matarazzo, foi ao Centro de São Paulo nesta terça (13), onde visitou o Largo do Arouche e a avenida Vieira de Carvalho. Matarazzo foi verificar como o largo ficou após obras de revitalização feitas pela Prefeitura de São Paulo. Para ele, a obra deveria ter sido feita com mais zelo, dentro do que merecem os paulistanos.

No largo, há diversas estruturas que antes sustentavam esculturas. Elas foram roubadas e não foram repostas, de forma que algumas colunas estão lá, vazias ou mesmo quebradas. Grelhas foram postas para escoamento da água da chuva mas, roubadas frequentemente por serem de metal, são substituídas por concreto. Há mato alto, sujeira e ratos pela área verde.

“O que falta em São Paulo é o xerife da cidade; falta zeladoria, falta limpeza, falta cuidado. E a região central exige muito isso, para que as pessoas possam caminhar, possam fazer compras, sem estar preocupadas e que consigam desfrutar da história de nossa cidade. O Centro da cidade merece uma zeladoria especial, um cuidado que eu tinha quando fui subprefeito e secretário.”

Matarazzo visitou o Mercado das Flores, que, quando subprefeito da Sé (2005/2007) fez a revitalização e melhorou o local para os comerciantes e visitantes. Conversou com os floricultores dos seis boxes do local. Eles reclamaram que a zeladoria é escassa diante da atenção que a região recebia antes.

Mais tarde, o candidato se reuniu com o Instituto Sou da Paz. Na reunião, discutiram as prioridades para a cidade na área de segurança, área de atuação da Ong. Matarazzo recebeu dos representantes o documento “Agenda São Paulo Mais Seguro – Uma Cidade que Protege Todos”, com diagnóstico da cidade de São Paulo neste tema.

O candidato do PSD lembrou da parceria que realizou com o Sou da Paz quando foi secretário das Subprefeituras da Cidade (2007-2009) e realizaram, juntos, as Viradas Sociais nos bairros da Brasilândia, Alba. “Tem resultados extraordinários. Eles (a Ong) conhecem o assunto, conhecem a adversidade que existe em São Paulo. Em segurança, conhecem as questões não só preventiva como as tecnologias modernas para se fazer segurança hoje em dia”, comentou Matarazzo. “Segurança não é uma questão só do Estado. O município tem papel fundamental, tanto na questão da ordem urbana, quanto na questão da iluminação, utilização adequada da GCM e da operação delegada”, concluiu o candida

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter