ELEIÇÕES 2022

Defesa de causas sociais marca atuação de Paulo Corrêa

O parlamentar, que disputa a reeleição para a Assembleia Legislativa de São Paulo, destaca entre suas bandeiras políticas a "geração de oportunidades para os menos favorecidos"


20 de junho de 2022

 

Paulo Corrêa tem uma agenda intensa de diálogo com diferentes municípios de São Paulo.

 

Redação Scriptum

 

Pré-candidato à reeleição para a Assembleia Legislativa de São Paulo pelo PSD, o deputado estadual Paulo Corrêa destaca entre suas prioridades a atuação pela “difusão dos esportes e a luta pelas associações não governamentais que desenvolvem trabalhos sociais e culturais”. O parlamentar, que exerce o segundo mandato, também pontua que sua atuação no Legislativo é marcada por emendas e indicações para municípios de todo o Estado, sobretudo para as áreas de saúde e infraestrutura. “Acredito que política é uma vocação. Todo o trabalho realizado durante esses quase oito anos como deputado estadual me levam a esse caminho. A oportunidade de conquistar cada voto, a confiança que as pessoas depositam em mim e a chance de colocar todo o trabalho à prova”, diz Paulo Corrêa.

Ele ressalta sua formação cristã – é filho de pastor e atuante na Assembleia de Deus — e afirma que seu mandato é orientado para gerar oportunidades aos menos favorecidos. “Por conta da minha ligação com a igreja, a atuação com foco no social faz parte da minha história”, afirma.

Paulo Alves Corrêa Júnior nasceu em Santos, tem 46 anos, é jornalista formado nos Estados Unidos e bacharel em Direito. É vice-presidente da igreja evangélica Assembleia de Deus – Ministério Santos. Além disso, é diretor regional da Federação Paulista de Futebol e conselheiro do Santos Futebol Clube.

O parlamentar destaca que as regiões da Baixada Santista, Vale do Ribeira e Litoral Norte são prioridades em sua atuação, mas também aponta que tem ligação com outros municípios do Estado, como os da região do Vale do Paraíba.

Para Paulo Corrêa, o PSD é um partido “que tem um líder nacional coerente, sensato, que sabe ouvir os aliados e nos dá liberdade para trabalhar com os nossos posicionamentos”.

O pré-candidato ressalta que, nas últimas eleições para a Assembleia Legislativa, mais da metade dos parlamentares de São Paulo não conseguiram a reeleição e que ele foi uma das exceções. Além disso, pontua que tem uma agenda intensa de diálogo com diferentes municípios de São Paulo.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter