MEIO AMBIENTE

Duran reivindica verbas para o Pontal do Paranapanema

Em reunião com o secretário estadual de Meio Ambiente, Marcos Penido, prefeito do PSD propôs a divisão entre os municípios e o Governo do Estado dos valores das multas aplicadas por infrações ambientais


13 de agosto de 2019

 

O secretário Marcos Penido e o prefeito Jorge Duran

 

Presidente da União dos Municípios do Pontal do Paranapanema (Unipontal), o prefeito de Presidente Venceslau, Jorge Duran (PSD), solicitou ao secretário estadual de Meio Ambiente, Marcos Penido, mais recursos para o desenvolvimento de projetos ambientais na região, composta por 32 cidades do interior paulista. O pedido foi feito durante reunião promovida pela entidade na segunda-feira (12), no Parque Florestal do Morro do Diabo, no município de Teodoro Sampaio.

Durante o encontro, Duran propôs a divisão entre as prefeituras e o Governo do Estado dos valores das multas por infrações ambientais. A ideia, que será analisada pelo secretário, é que 50% dos recursos das autuações sejam utilizados na cidade onde a penalidade foi aplicada. “Justificamos ao secretário Penido que os valores das multas serão aplicados exclusivamente em ações envolvendo a preservação e desenvolvimento do meio ambiente na região”, explicou o prefeito.

Duran também sugeriu a criação de um centro de reabilitação de animais e reivindicou melhorias para o Parque Estadual Rio do Peixe, localizado entre os municípios de Presidente Venceslau, Piquerobi, Ouro Verde e Dracena. O parque é um dos últimos locais no Estado de São Paulo onde é possível encontrar o cervo-do-pantanal, animal que está ameaçado de extinção.

“Em descompasso com a sua importância, o Parque Estadual encontra-se sem desenvolvimento da finalidade para a qual foi criado, em completo estado de abandono, o que tem gerado muito descontentamento da comunidade, especialmente às pessoas ligadas ao meio ambiente.”

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter