Famílias retiradas de área de risco por Kassab mudam para seus apartamentos

Prefeitura entregou mais um núcleo do Residencial Sapé, na Capital, obra que começou durante a gestão do ex-prefeito e atual ministro das Cidades.


10 de abril de 2015

Residencial Sapé

Residencial Sapé: são 68 apartamentos com sala, cozinha, banheiro e área de serviço.

Mais 68 famílias que foram retiradas de áreas de risco às margens do córrego do Sapé, na zona Oeste da Capital, durante a gestão do ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab estão de casa nova. A Prefeitura entregou nesta quinta-feira (10) mais um núcleo do Residencial Sapé, que fica no distrito do Rio Pequeno.

Os 68 apartamentos do condomínio que acaba de ser entregue começaram a ser erguidos por Kassab, hoje ministro das Cidades e responsável pelo programa Minha Casa Minha Vida. Quando ele deixou a Prefeitura, no final de 2012, os prédios já estavam com o quarto piso concluído e as famílias aguardavam o fim da obra com o benefício da bolsa-aluguel. Na mesma área, o córrego do Sapé já havia sido canalizado pelo ex-prefeito.

O Residencial Sapé tem 68 apartamentos – de dois (com 49 m²) e três dormitórios (52 m²). As unidades têm sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Os edifícios ainda contam com área de lazer coberta e medidores de energia elétrica e gás natural individualizados.

“Esperamos quatro anos no auxílio aluguel e agora morar no apartamento novo é uma satisfação”, conta Willian Cardoso, 19 anos, que é um dos novos moradores do Condomínio B do Residencial Sapé A. Os moradores dizem que as intervenções realizadas no córrego já preveniram enchentes no bairro. No total, 1445 famílias foram removidas, em 2011, da área de alto risco na beira do córrego.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter