CORONAVÍRUS

Guarulhos estabelece medidas de segurança no transporte público

Gestão do prefeito Guti (PSD) divulga diretrizes que devem ser seguidas pelas empresas concessionárias do serviço para evitar a disseminação da covid-19 no município da Grande São Paulo


28 de julho de 2020

 

O prefeito Guti: Guarulhos foi a primeira a exigir o uso de máscaras nos ônibus e a adotar protocolo de segurança

 

Para evitar a disseminação da covid-19 em Guarulhos, município de 1,3 milhão de habitantes da Grande São Paulo, a gestão do prefeito Gustavo Henric Costa, o Guti (PSD), divulgou os protocolos de segurança e higienização que devem ser seguidos pelas empresas responsáveis pelo transporte público na cidade, que estão operando com 100% da frota. Entre as medidas estabelecidas pela Prefeitura e a Guarupass — entidade que reúne as três concessionárias do serviço — estão o uso obrigatório de máscara para o embarque; a manutenção das janelas abertas nos veículos; e a limpeza e higienização frequentes dos ônibus e terminais.

As diretrizes foram reunidas em uma cartilha que inclui outras determinações, entre elas a promoção de campanhas de prevenção on-line e a atualização do aplicativo CittaMobi com informações sobre rotas e tempo de espera dos ônibus, medida que visa a evitar aglomerações nos pontos de parada.

As empresas iniciaram a operação com todos os seus veículos nesta segunda-feira, sob monitoramento por GPS acompanhado por técnicos da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana (SMTU). A decisão foi anunciada pelo prefeito em live realizada no último dia 24.

O transporte público em Guarulhos estava operando com 75% da frota, que transportava cinco milhões de passageiros por mês. O total de usuários representa 49% do registrado antes do início da pandemia, quando a média mensal era de cerca de 10 milhões de passageiros.

“Já que vamos retomar a gratuidade para os idosos em todos os horários, também vamos ter 100% da frota nas ruas acompanhando a retomada econômica”, afirmou o prefeito durante a live. Para proteger os idosos na pandemia, a administração havia suspendido a gratuidade do serviço aos usuários dessa faixa etária durante os horários de maior movimento.

Guti ressaltou, ainda, que a cidade foi a primeira do Estado de São Paulo a exigir o uso de máscaras nos ônibus, em abril, e a adotar um protocolo de segurança no transporte público.

Casos

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura nesta segunda-feira, Guarulhos tem 14.874 casos confirmados de covid-19 e 1.048 mortes provocadas pela doença. A taxa de cura dos infectados pelo novo coronavírus atualmente é de 89,2% dos pacientes e o total de recuperados é de cerca de 13.270.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter