SAÚDE

Ilhabela quer inauguração de UTI para pacientes do coronavírus

Prefeita Gracinha Ferreira (PSD) vai solicitar que Governo do Estado disponibilize leitos para vítimas da doença no litoral Norte paulista


16 de março de 2020

 

A prefeita Gracinha Ferreira

 

A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha (PSD), vai solicitar ao Governo do Estado a inauguração dos 40 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Regional do Litoral Norte, construído na cidade vizinha de Caraguatatuba, para o atendimento de eventuais casos do novo coronavírus. A prefeita acredita que a reivindicação pode ser atendida porque, em janeiro último, prefeitos e autoridades da região foram informados por representantes do governo estadual e da Organização Social de Saúde (OSS) Instituto Sócrates Guanaes, responsável pela gestão da unidade, que o hospital já funcionaria a partir de março.

Até esta segunda-feira (16), de acordo com dados divulgados pelas prefeituras da região, o litoral Norte contava com 16 casos suspeitos da doença: nove em Caraguatatuba, dois em Ubatuba e outros dois em São Sebastião. Ilhabela, que tem população estimada em 34 mil habitantes, registrou três casos suspeitos.

A obra do hospital já foi concluída, os equipamentos estão sendo comprados e os funcionários serão contratados por processo seletivo realizado pela OSS. “É um hospital muito importante para a população da nossa região, que até hoje busca atendimento em cidades do Vale do Paraíba, como São José dos Campos, Taubaté e Jacareí. O hospital vai permitir melhorar ainda mais a qualidade do atendimento da nossa população do litoral Norte”, ressaltou Gracinha Ferreira.

Na sexta-feira (13), a prefeita reuniu secretários municipais, vereadores, representantes do Departamento de Estrada de Rodagem (Dersa), do Conselho Municipal de Turismo e da Associação Comercial para debater um novo plano de ações contra a Covid-19. Além da suspensão de grandes eventos, o plano incluirá a formação de equipes de orientação para pedestres e turistas, abordagens na balsa com áudio explicativo sobre a prevenção à doença e display com álcool em gel para os passageiros.

“A doença tem se alastrado pelo mundo rapidamente e precisamos nos unir para garantir que as ações sejam efetivas”, destacou a prefeita.

Desde janeiro, Gracinha adotou diversas medidas para o combate à Covid-19 no município. Entre as iniciativas estão a criação de grupo de trabalho para o monitoramento epidemiológico na cidade e ações de capacitação de profissionais da área da saúde para que possam efetuar o diagnóstico precoce.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter