Kassab defende novo pacto Federativo no interior de SP

Ministro esteve em São Pedro, na região de Piracicaba, onde se reuniu com prefeitos para discutir parcerias em áreas como habitação, mobilidade, saneamento e desenvolvimento urbano.


01 de junho de 2015

SP9

Kassab: “Nosso Ministério tem se esforçado para atender da melhor maneira possível as demandas dos municípios”

A revisão das bases do pacto federativo brasileiro foi defendida pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, neste domingo (31) como a única forma de aliviar a situação financeira dos municípios e tirá-los do estado de extrema pobreza em que se encontram. Kassab esteve em São Pedro, na região de Piracicaba, onde se reuniu com prefeitos para discutir parcerias em projetos de responsabilidade de seu Ministério em áreas como habitação, mobilidade, saneamento e desenvolvimento urbano.

“Hoje os municípios mal tem dinheiro para pagar os salários do funcionalismo”, disse ele aos prefeitos. “Há as despesas que ao longo do tempo foram sendo repassadas aos municípios sem a dotação de recursos equivalente. Foi assim com a saúde, a educação. Então, a chance de não ter dinheiro para mais nada é muito grande”, destacou Kassab. Ele lembrou que ao longo dos sete anos em que foi prefeito de São Paulo, entre 2006 e 2012, quando discutia com o secretariado o orçamento do ano seguinte, primeiro perguntava qual era a previsão de gastos com as rubricas “carimbadas” – saúde, educação, subsídio do transporte público e salários dos servidores públicos, entre outras. “Sobrava muito pouco para o resto”, disse.

Para o ministro, enquanto um novo pacto federativo não é discutido, o Governo Federal faz sua parte. “Nosso Ministério tem se esforçado para atender da melhor maneira possível as demandas dos municípios”, pontuou. A reunião que ele teve em São Pedro com prefeitos está dentro deste esforço. Kassab reuniu-se com eles para ouvir as demandas e orientar na forma de elaboração e apresentação de projetos. O ministro colocou, inclusive, o staff do seu Ministério à disposição dos prefeitos da região.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter