Kassab entrega moradias populares no final de semana

Foram 180 apartamentos no Residencial Real Parque e um lote de 92 apartamentos, de um total de 252 unidades, no Residencial Jardim Edite, no Brooklin; ambos os empreendimentos estão localizados na Zona Sul da cidade.


30 de dezembro de 2012

Prefeito descerra a placa inaugural com a ajuda das crianças do Jardim Edite.

Prefeito descerra a placa inaugural com a ajuda das crianças do Jardim Edite.

O prefeito de São Paulo e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, dedicou o último final de semana de sua gestão à área da habitação na Capital paulista. Na manhã de sábado (29), Kassab entregou 180 apartamentos no Residencial Real Parque. Neste domingo (30) foi a vez de um lote de 92 apartamentos, de um total de 252 unidades habitacionais do Residencial Jardim Edite, no Brooklin. Ambos os empreendimentos estão localizados na Zona Sul da cidade.

No Real Parque, o projeto, quando estiver totalmente concluído, beneficiará mais de 800 pessoas com moradia, uma creche, uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e uma escola técnica de gastronomia. São dois condomínios que contemplam 110 moradias no Real Parque IV e outros 70 no Real Parque V.

Na ocasião da entrega, o prefeito Gilberto Kassab ressaltou as dificuldades encontradas para conquistar a confiança das famílias para essas urbanizações: “A nossa prioridade sempre foi fazer com que as pessoas continuassem a morar no local em que estavam. Então, nós as retiramos dos lugares, damos um auxílio para aluguel, mas depois as trazemos de volta para morar em bairros reurbanizados, com dignidade. Este é sempre um momento de muita emoção”.

Iniciado em 2010 e com previsão para ser concluído em março de 2013, o projeto prevê a eliminação de áreas de risco com a construção de 1.135 unidades habitacionais na região, beneficiando mais de 6.000 pessoas diretamente com as obras. Todas as famílias já residiam na comunidade do bairro e agora vão recebendo seus apartamentos na medida em que as habitações vão ficando prontas.

Investimento total estimado no Jardim Edite é de R$ 43 milhões

Investimento total estimado no Jardim Edite é de R$ 43 milhões

“É muito gratificante poder encerrar a gestão inaugurando equipamentos no campo social, como este e o do Real Parque, vendo a alegria de todas as famílias. São pessoas que há cinco anos estavam nesses locais morando dentro de favelas, em condições precárias, e nós possibilitamos o retorno delas em uma condição totalmente diferente”, Kassab.

Apartamentos e área de lazer do conjunto Real Parque

O Residencial Jardim Edite tem moradias divididas em três torres de 17 pavimentos, com quatro unidades habitacionais por andar, num total de 60 apartamentos por torre, com dois elevadores cada. Há ainda mais dois blocos de seis pavimentos, sem elevador, com equipamentos públicos nos 1° e 2° andares e moradias do 3° ao 5°.

Espaços de lazer receberam iluminação e paisagismo

Espaços de lazer receberam iluminação e paisagismo

Urbanização de Favelas

Criado em 2005, o Programa Municipal de Urbanização de Favelas, da Prefeitura de São Paulo, no qual se inserem as obras agora inauguradas, já arrematou 11 prêmios e foi destaque nas duas principais bienais de arquitetura do mundo, a de Veneza, na Itália, e a de Roterdã, na Holanda. O último prêmio conquistado foi o Scroll of Honour, da UN-Habitat – agência da Organização das Nações Unidas para Habitação, em agosto. Trata-se de um prêmio de reconhecimento de iniciativas exemplares na área de habitação em todo o mundo.

Aos poucos, as principais comunidades carentes de São Paulo, como Paraisópolis, Heliópolis, Jaguaré, Jardim São Francisco e Cantinho do Céu, se transformam em bairros. Este também pode ser considerado o maior programa de urbanização do mundo, com o atendimento das mais de 200 mil famílias.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter