Kassab: Mandela não dava espaços para o ódio

Em nota, o presidente nacional do PSD lamentou o falecimento do líder sul-africano, destacando sua contribuição para a história.


05 de dezembro de 2013

O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab, lamentou nesta quinta-feira, 5, em nota, o falecimento do líder sul-africano Nelson Mandela. Para o ex-prefeito, Mandela tem lugar na história ao lado de nomes como Martin Luther King e Mahatma Ghandi.

Veja a íntegra da nota:

“Nelson Mandela é uma dessas figuras extraordinárias que marcam suas trajetórias políticas com sentimento de humanidade, espírito de conciliação e amor à liberdade. Que lutam com firmeza por suas ideias, sem desrespeitar os direitos dos adversários. Não deixam espaços para o ódio. Mandela demoliu a vergonhosa separação (apartheid) entre negros e brancos em seu país, para logo em seguida impedir vinganças, pregar a unidade e construir uma nação de todas as cores, como gostava de dizer. Ele foi assim, e por isso transcendeu as fronteiras de sua África do Sul. Ficará na História ao lado de grandes homens, como Gandhi ou Martin Luther King. O PSD lamenta a morte do presidente Nelson Mandela, mas aplaude o exemplo que ele deixou.”

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter