Reconhecimento

Morungaba lidera ranking de sustentabilidade

Município do interior paulista administrado pelo prefeito Marquinho de Oliveira (PSD) conquistou a primeira posição em levantamento nacional realizado pelo Instituto Cidades Sustentáveis e a Organização das Nações Unidas


24 de março de 2021

“Estamos trabalhando desde o início da primeira gestão com políticas públicas voltadas à qualidade de vida do cidadão”, afirmou o prefeito Marquinho de Oliveira

 

Administrado pelo prefeito Marquinho de Oliveira (PSD), o município de Morungaba, no interior do Estado de São Paulo, conquistou o primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades (IDSC-BR), levantamento nacional realizado pelo Instituto Cidades Sustentáveis. Divulgado nesta terça-feira (23), o estudo foi elaborado em parceria com a Sustainable Development Solutions Network (em português, Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável), organização vinculada à ONU. A íntegra do levantamento, que contou com o apoio do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e do Projeto CITinova, pode ser conferida aqui.

Em uma escala de 0 a 100, Morungaba obteve nota 73,40 na pesquisa, que analisou 770 municípios em todo o País. Composto por 88 indicadores, o índice avalia o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que fazem parte de uma agenda mundial composta por temas humanitários que devem ser tratados como prioritários até 2030. A lista inclui metas como a erradicação da pobreza e a promoção da agricultura sustentável.

A pesquisa também adotou um sistema de classificação composto pelas seguintes cores: verde, amarelo, laranja e vermelho. Quanto mais próximo ao vermelho, mais distante o município está de atingir o objetivo. Morungaba, que tem cerca de 14 mil habitantes, obteve boas avaliações e recebeu a cor verde em temas como energias renováveis e acessíveis, produção e consumo sustentáveis e proteção da vida terrestre.

“Estamos trabalhando desde o início da primeira gestão com políticas públicas voltadas à qualidade de vida do cidadão em áreas como mobilidade urbana, habitação, meio ambiente, educação, saúde, enfim, em todas as áreas e sem medir esforços. Essa classificação é o reconhecimento de todo o trabalho que a equipe da prefeitura vem fazendo, sempre procurando administrar a cidade com afinco e respeito à população”, destacou o prefeito. Marquinho assumiu o cargo em 2017 e foi reeleito no ano passado.

Dados e participantes

A maior parte da pesquisa foi baseada em informações coletadas entre 2010 e 2019. O grupo analisado na pesquisa incluiu as capitais, regiões metropolitanas e municípios signatários do Programa Cidades Sustentáveis. Os organizadores pretendem ampliar o ranking para a totalidade das 5.570 cidades brasileiras, mas ainda há muitas que não divulgam seus dados.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter