TRANSPORTES

Ônibus em Limeira terão wi-fi e ar-condicionado

Prefeito Mario Botion (PSD) encerra intervenção no transporte público e investe na melhoria do serviço, com a contratação emergencial da empresa Sancetur


25 de novembro de 2019

 

O prefeito Mário Botion ao lado de Marco Chedid, Roberta Botion e Sidney Pascotto.

 

O transporte público em Limeira contará com ônibus novos, equipados com wi-fi e ar-condicionado, a partir de fevereiro de 2020. As melhorias foram divulgadas pelo prefeito Mario Botion (PSD) na sexta-feira (22), durante o anúncio da contratação emergencial da Sancetur, empresa que ficará responsável pela prestação do serviço no município de cerca de 306 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo.

A empresa – que já atua em outras cidades do interior paulista, como Valinhos, Americana, Indaiatuba e Atibaia – vai operar em Limeira com 120 ônibus, além de outros seis do serviço Transporta, destinado às pessoas com deficiência. Os veículos terão, no máximo, cinco anos de fabricação e a maior parte da frota será composta por ônibus zero quilômetro ou fabricados entre 2017 e 2018. Não haverá aumento na tarifa de R$ 4,50.

A contratação da Sancetur, que atuará na cidade com a marca SOU Limeira (Sistema de Ônibus Urbano de Limeira), encerra a intervenção no transporte coletivo adotada pela administração em abril de 2017, o primeiro ano da gestão de Botion. A intervenção foi motivada pela crise financeira da Viação Limeirense, definida como “desesperadora” pelo prefeito.

“A medida que está sendo comunicada hoje confirma que nossa administração vem agindo com determinação e coragem em todos os seus atos”, disse o prefeito na solenidade em que anunciou a contratação da empresa. Realizado no jardim do Edifício Prada, sede da Prefeitura de Limeira, o ato contou com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Roberta Botion, secretários municipais e vereadores, entre eles o presidente da Câmara Municipal, Sidney Pascotto, o Lemão da Jeová Rafá.

Durante o discurso, o prefeito fez um breve histórico sobre a situação do transporte coletivo desde que assumiu o cargo. “Logo em 2 de janeiro, assinamos um decreto criando uma comissão para tratar do assunto, tamanha era a emergência que o caso requeria. Adotamos a medida para garantir o serviço à população”, explicou Botion.

O presidente da Sancetur, Marcos Chedid, garantiu que a empresa apresentará um serviço “diferenciado e moderno” em Limeira. “Nosso objetivo é levar satisfação ao usuário de ônibus.”

Chedid ressaltou, ainda, que deverão ser aproveitados funcionários da Limeirense, conforme tratativas realizadas com o prefeito.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter