GESTÃO

Porto Ferreira limita criação de cargos comissionados

Câmara Municipal aprovou projeto do prefeito Rômulo Rippa (PSD) que estipula para os cargos de confiança o limite de 10% do número total de funcionários efetivos da Prefeitura


23 de dezembro de 2020

 

O prefeito Rômulo Rippa

 

A Câmara Municipal de Porto Ferreira aprovou um projeto de lei do prefeito reeleito Rômulo Rippa (PSD) que estabelece um limite para a criação de cargos de confiança no município do interior do Estado de São Paulo, com população estimada em 56 mil habitantes. O teto estipulado foi de 10% do número total de cargos efetivos preenchidos na estrutura administrativa. Atualmente, a cidade tem 1.510 servidores na ativa.

“Em 2017, quando assumimos a gestão do município, existiam mais de 200 cargos comissionados criados dentro da estrutura da Prefeitura. Nossa primeira ação foi propor uma reforma administrativa e extinguir 100 desses cargos, gerando uma economia mensal de quase R$ 300 mil, ou seja, mais de R$ 3,5 milhões por ano”, explicou o prefeito.

Rippa destacou que continuará governando a cidade com austeridade em relação às finanças municipais. Segundo ele, a iniciativa tem como objetivo criar um mecanismo para que nas próximas gestões “não volte a ocorrer uma farra na criação de cargos preenchidos sem concurso público.”

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter