SANEAMENTO

Prefeitura amplia tratamento de esgoto em Louveira

Além de garantir economia aos cofres municipais, em função do baixo consumo de energia, reator instalado pela gestão do prefeito Estanislau Steck (PSD) aumentou em 34% a capacidade de tratamento de efluentes na cidade


21 de setembro de 2022

O prefeito Estanilau Steck (à esq): reator será usado no tratamento primário para a estabilização da matéria orgânica

 

Redação Scriptum com Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Louveira

 

A gestão do prefeito de Louveira, Estanislau Steck (PSD), colocou em operação na segunda-feira (19) o quarto Reator com Manta de Lodo Anaeróbio de Fluxo Ascendente. A instalação do equipamento ampliou em 34% a capacidade de tratamento do esgoto no município do interior do Estado de São Paulo, com população estimada pelo IBGE em 51 mil habitantes. Acompanhado pelo secretário municipal de Água e Esgoto, Mateus Arantes, o prefeito esteve no local para vistoriar o início da operação. “Temos investido constantemente em melhorias no saneamento de nossa cidade com a implantação de novas redes de distribuição de água, estratégias para redução das perdas, instalação de redes coletoras de esgoto, entre outras ações. Nossa meta é alcançar os 100% de tratamento o mais breve possível”, disse Steck.

Atualmente, Louveira trata cerca de 90% do esgoto produzido na cidade. O reator será usado no tratamento primário para a estabilização da matéria orgânica, por meio de colônias de microrganismos anaeróbios, ou seja, sem oxigênio e responsáveis pela degradação dos resíduos. Além disso, vai garantir economia aos cofres municipais, em função do baixo consumo de energia.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter