gestão

Rio Claro: Perissinotto investirá em saúde e empregos

Prefeito eleito do PSD quer recuperar capacidade de investimento da administração do município do interior paulista e melhorar o atendimento médico na rede pública


17 de novembro de 2020

 

O prefeito eleito Gustavo Perissinotto falou sobre suas propostas e os problemas que vai herdar da atual gestão em entrevista a um programa de TV local.

 

Promover a geração de empregos, melhorar a qualidade do serviço público de saúde e recuperar a capacidade de investimento da Prefeitura de Rio Claro, município de 208 mil habitantes do interior do Estado de São Paulo. Para o prefeito eleito Gustavo Perissinotto (PSD), serão esses os principais desafios que sua gestão enfrentará a partir de janeiro de 2021. Ele falou sobre suas propostas e os problemas que vai herdar da atual administração em entrevista concedida nesta terça-feira (17) a um programa de TV local.

Perguntado sobre as medidas que pretende adotar para estimular a criação de postos de trabalho, Perissinotto mencionou o programa D+Emprego. O projeto prevê ações como o ressarcimento de parte dos investimentos feitos por quem desejar abrir uma empresa no município ou pelo empresário já estabelecido em Rio Claro que quiser ampliar a sua produção. A proposta deverá ser aprovada pela Câmara Municipal.

“O programa prevê uma série de requisitos para que o empresário ou investidor tenha direito a esse ressarcimento. Ele tem que contratar, prioritariamente, mão de obra local e fazer ações de investimento na comunidade local, apoiando projetos do esporte e da cultura. Uma outra ação programada é a desburocratização, através da tecnologia. Tem empreendimento na cidade que demora dois anos para ser aprovado”, afirmou o prefeito eleito.

Em relação ao setor de saúde, Perissinotto disse que pretende implantar o Plano de Atendimento Rápido (PAR). “Hoje há uma reclamação muito grande nas filas de espera das unidades de pronto atendimento. Temos duas na cidade e elas ficam superlotadas. Então, pensamos em estender o horário de atendimento dos postinhos de saúde, numa parceria com a Faculdade de Medicina de Rio Claro, provavelmente até as 21h. Nós colocaremos mais médicos e permitiremos o atendimento sem agendamento.”

Perissinotto recebeu 33.015 votos na eleição realizada no último domingo (15), o equivalente a 36,48% do total de votos válidos. A vitória do candidato do PSD encerrou décadas de predomínio de grupos tradicionais no cenário político do município.

“Nós rompemos com uma tradição política que perdurava há 30 anos. Rio Claro foi governada por dois grupos políticos, um pessoal ligado ao DEM, do atual prefeito (João Teixeira Júnior, o Juninho da Padaria), e outro ligado ao MDB. Percebemos que a cidade queria uma alternativa ”, destacou o prefeito eleito.

Trajetória

Nascido em Rio Claro, Gustavo Perissinotto formou-se em Direito na PUC-Campinas. Aos 46 anos, acumula vasta experiência acadêmica e na gestão pública. Doutorando em Direito pela Universidade Nova de Lisboa, em Portugal, foi professor visitante na Universidade Livre de Bolzano, na Itália e, por 10 anos, atuou como professor universitário em instituições como Unesp, Unimep, Asser e Uniararas.

O prefeito eleito já foi secretário de Negócios Jurídicos em Rio Claro e de Gestão Pública e Assuntos Jurídicos na cidade de Itupeva, também situada no interior paulista. Em 2016, Perissinotto concorreu à Prefeitura e obteve o segundo lugar, com 24.663 votos, o equivalente a 29,55% dos votos válidos naquela eleição.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter