Sabesp arrecada R$ 50,8 milhões com multas aplicadas sobre “gastões”

Empresa fatura mais com aplicação de multas do que deixa de receber com concessão de bônus.


29 de março de 2016

Com a crise no abastecimento de água em São Paulo, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) arrecadou 40% mais dinheiro com a multa cobrada dos imóveis que aumentaram o consumo do que deixou de arrecadar com a concessão de bônus para quem economizou em fevereiro. Foi a primeira vez, desde que o sistema foi implementado, que a receita com a sobretaxa superou as perdas com os descontos, segundo revela reportagem publicada pelo site do jornal O Estado de S. Paulo.

As informações foram divulgadas pela empresa nesta terça-feira (29), durante teleconferência com analistas, investidores. A Sabesp anunciou que arrecadou R$ 50,8 milhões com a sobretaxa com quem  excedeu o consumo e deixou de receber R$ 36,3 milhões com bônus aplicados na fatura de fevereiro. A íntegra da reportagem pode ser acessada no site do Estadão.

Foto da home: Fernanda Carvalho

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter