eleições 2020

Silvinho Peccioli vai concorrer pelo PSD em Santana de Parnaíba

Ex-prefeito terá como candidato a vice na chapa majoritária o vereador Magno Mori (PSB)


14 de setembro de 2020

Silvinho Peccioli e o candidato a vice, Magno Mori

 

O PSD de Santana de Parnaíba — município de cerca de 142 mil habitantes da Região Metropolitana de São Paulo — oficializou a candidatura a prefeito de Silvinho Peccioli em convenção realizada no sábado (12). O candidato a vice-prefeito na chapa majoritária homologada pela coligação Por Amor a Parnaíba é o vereador Magno Mori (PSB). Até a próxima quarta-feira (16), quando termina o prazo para a realização de convenções estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), outros partidos devem aderir à coligação.

Peccioli é reconhecido pela vasta experiência política na cidade. Já foi vereador (1993-1996) e prefeito em três gestões (de 1997 a 2004 e de 2008 a 2012), além de ter exercido o mandato de deputado federal por São Paulo. Durante o seu discurso na convenção, falou sobre suas bandeiras políticas e os projetos para a geração de empregos e a recuperação da economia do município. “Estaremos na linha de frente de uma batalha de resgate de Santana de Parnaíba”, garantiu Peccioli.

 

Silvinho Peccioli filho será candidato a vereador

 

Ao todo, o PSD lançará 24 candidatos ao Legislativo, entre eles o filho do candidato a prefeito e presidente municipal do partido, Silvinho Peccioli Filho. “Hoje, infelizmente, grande parte dos vereadores da Câmara Municipal serve somente para o apoio ao prefeito, para acenar positivamente ao que ele fala. Muitas vezes, fiscalizam a população e não fiscalizam o Executivo, invertendo os papéis de representação perante a sociedade. Minha intenção é fiscalizar o Executivo para que haja a correta destinação do dinheiro público, tendo em vista que nossa cidade tem um orçamento bilionário”, afirmou Peccioli Filho.

Aos 24 anos, o candidato a vereador é advogado, assim como o pai, e vai concorrer pela primeira vez a um cargo público. “Se ganhar a eleição, já disse que vou abrir mão de privilégios como carro particular, gasolina e motorista”, frisa Peccioli Filho.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter