Taboão da Serra: segurança foi tema de destaque em encontro com Kassab

Em evento que reuniu políticos e lideranças da região, Gilberto Kassab (foto) destacou os bons resultados da Operação Delegada em São Paulo e defendeu a implantação do programa em todo o Estado.


13 de dezembro de 2013

Encontro em Taboão reuniu Kassab com políticos e lideranças da região

Em mais um encontro regional do PSD paulista, o presidente nacional Gilberto Kassab se reuniu nesta sexta-feira (13) com lideranças e militantes da região de Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Com esses contatos, explicou Kassab, o PSD procura avaliar as perspectivas eleitorais para 2014 e manter diálogo direto com os quadros locais do PSD, debatendo problemas e demandas da população e recolhendo propostas de solução.

O encontro foi realizado na sede da Associação Comercial de Taboão da Serra e teve a participação do vice-prefeito de Taboão, Laercio Lopes; do deputado estadual Osvaldo Verginio; do presidente do PSD municipal, Alexandre Depieri; do vereador Carlinhos do Embu; do vereador paulistano José Police Neto; e do deputado federal Walter Ihoshi, entre outras lideranças regionais, como o presidente da Associação Comercial, José Batista.

Um dos temas do encontro foi a falta de segurança, que tem sido citada pela imprensa local como um grave problema na cidade, com base em dados da própria Secretaria da Segurança do Estado, que apontam Taboão como a campeã de violência na região, com 45.188 ocorrências policiais registradas entre 2001 e 2010.

Sobre essa questão, o vereador José Police Neto lembrou que Kassab criou, quando prefeito de São Paulo, a Operação Delegada, convênio que permitiu à Polícia Militar colocar mais homens em ação nas ruas da cidade, combatendo o contrabando e o comércio ambulante ilegal. Pelo convênio, lembrou Police, a Prefeitura de São Paulo investiu cerca de 660 milhões de reais para pagar PMs que quisessem trabalhar pela cidade em seus dias de folga, uniformizados e armados. O resultado foi uma expressiva queda dos casos de violência nos locais de atuação dos PMs.

“Kassab inovou nesse e em muitos outros campos da administração”, disse Police. “Ele tem ideias, sabe fazer e vai fazer no Governo do Estado”.

O presidente nacional do PSD explicou aos participantes da reunião que a Operação Delegada foi “um grito de socorro” da cidade de São Paulo, diante da violência nas ruas. E que foi por causa dos bons resultados obtidos que ele defendeu a implantação da Operação em todo o Estado, com o governo estadual dando recursos para as prefeituras fazerem esse convênio com a Polícia Militar.

Sobre a atuação do partido, Kassab procurou destacar a importância de fortalecer o PSD para o desafio de disputar em 2014 sua primeira eleição estadual e nacional. Kassab disse: “Precisamos atrair bons quadros para o partido e oferecer bons candidatos à população. Nosso Estado precisa ter uma alternativa de renovação. O PSD já mostrou na capital paulista que tem uma equipe de alta capacidade administrativa. Quem tem uma equipe que soube governar uma cidade como São Paulo, tem equipe para governar o Estado de São Paulo. Nossa disposição de disputar o governo estadual é total.”

Mas ele alertou: “Não há campanha agora. A candidatura só existirá a partir de junho do ano que vem, quando muito possivelmente serei candidato. Até lá estaremos em situação de pré-campanha, ouvindo lideranças como vocês para recolher subsídios que nos permitam elaborar os compromissos do PSD para a região”.

Em reunião com o prefeito Fernando Fernandes (3º à esq)

Visita ao prefeito

Após a reunião, Kassab e sua comitiva foram recebidos pelo prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes (PSDB), com quem trocaram ideias sobre os problemas do município e do Estado, além das perspectivas políticas e eleitorais para 2014. Eles também lembraram episódios do período em que Fernando Fernandes foi um dos subprefeitos da Capital, em Cidade Ademar, na gestão de José Serra e, em seguida, de Gilberto Kassab.

 

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter