eleições 2022

TSE lança sistema de alerta contra a desinformação

Canal permite o envio de denúncias de violações de termos de uso de plataformas digitais, especificamente relacionadas com a desinformação ou disparo em massa sobre o processo eleitoral


22 de junho de 2022

 

Redação Scriptum

 

Com base na experiência de eleições anteriores e preocupado com os danos causados pela desinformação em contextos eleitorais, o Tribunal Superior Eleitoral instituiu o Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no âmbito da Justiça Eleitoral. Como uma das medidas voltadas à efetiva redução da poluição do ecossistema informativo, o Tribunal está lançando agora o Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições.

O sistema veicula um canal de comunicação acessível à população em geral, incluindo integrantes da Justiça Eleitoral e membros de entidades parceiras, permitindo a indicação de episódios de disparo em massa de narrativas falsas que atentem contra a imagem de segurança e integridade do processo de votação e que possam afetar a normalidade do pleito eleitoral.

Acesse aqui o novo Sistema de Alerta de Desinformação

Os registros de desinformação encaminhados através do Sistema serão analisados e tratados com eficácia e transparência, em atenção aos acordos firmados com todas as grandes plataformas digitais, visando reduzir a circulação de desinformação e possibilitar a aplicação de consequências previstas para casos de violação de termos de uso.

Essa iniciativa decorre de um compromisso firmado com as plataformas parceiras – Facebook, WhatsApp, Instagram, Telegram, TikTok, Google, Youtube, Twitter, Kwai, Linkedin e Spotify –, que, em diálogo com a Assessoria Especial de Enfrentamento à Desinformação do Tribunal Superior Eleitoral, se empenharam para desenvolver políticas claras de enfrentamento à desinformação e para a construção de canais extrajudiciais de informação. A reunião desses canais no Sistema de Alerta confere protagonismo às cidadãs e aos cidadãos, que terão à mão uma poderosa ferramenta para atuar no enfrentamento à desinformação.

O sistema foi desenhado para permitir uma utilização simples e rápida no registro de episódios de disparo em massa e de desinformação e já se encontra em pleno funcionamento.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter