SAÚDE

Tupã registra queda em focos de dengue

Trabalho realizado pelo prefeito Caio Aoqui (PSD) manteve infestação da doença sob controle no município do interior paulista


07 de novembro de 2019

 

Fiscais visitaram 1.141 imóveis entre os dias 18 e 24 do mês passado.

 

Em Tupã, município de cerca de 65 mil habitantes do interior paulista, o trabalho realizado pela gestão do prefeito Caio Aoqui (PSD) conseguiu reduzir o número de focos do mosquito Aedes Aegyti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, e manter a infestação da doença sob controle. Dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde registram diminuição no Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti (LIRAa), entre outubro de 2018 e outubro de 2019.

O Setor de Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, visitou 1.141 imóveis entre os dias 18 e 24 do mês passado. Nesse período, foram encontrados 23 focos do mosquito em 21 imóveis, o que representa um índice de infestação de 1.9. No ano passado, no mesmo período, o índice chegou a 5.8.

O prefeito elogiou o empenho de todos os servidores envolvidos nas ações contra a dengue e destacou que tem intensificado o combate à proliferação do Aedes aegypti não só nos imóveis particulares, mas em áreas públicas. “A administração pública tem que dar o exemplo. Por isso, desde junho estamos realizando uma verdadeira força-tarefa de limpeza, manutenção e eliminação de criadouros nos espaços públicos. Estamos fazendo nossa parte e precisamos do apoio da população para evitar que a dengue volte a fazer novas vítimas em Tupã.”

Aoqui assumiu a Prefeitura no fim de maio, após a cassação de José Ricardo Raymundo (PV), que teve como principal justificativa a omissão do poder público diante da maior epidemia de dengue da história do município. Somente entre janeiro e julho deste ano, foram cerca de seis mil casos e seis mortes.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter