Gestões do PSD são finalistas em prêmio de coleta seletiva

Municípios administrados por prefeitos do PSD foram selecionados por desenvolverem boas práticas voltadas para o apoio a catadores de materiais recicláveis


17 de novembro de 2015

Tatu: Eu costumo dizer que esse trabalho das meninas da reciclagem não é só fundamental para Maracaí, mas é o nosso futuro!

Tatu: Eu costumo dizer que esse trabalho das meninas da reciclagem não é só fundamental para Maracaí, mas é o nosso futuro!

Maracaí e Tietê, cidades do interior de São Paulo administradas por prefeitos do PSD, estão entre as nove finalistas do Prêmio Cidade Pró-Catador, uma iniciativa do Governo Federal que premia boas práticas voltadas para o apoio a catadores de materiais recicláveis. Como critério de seleção, foram analisadas ações nas áreas de capacitação, formação, assessoria técnica, incubação de cooperativas e empreendimentos sociais solidários, pesquisas e diversos outros itens.

Os projetos foram analisados por uma comissão composta por representantes da Secretaria de Governo da Presidência da República, Banco do Brasil, Ministérios do Meio Ambiente e do Trabalho e Emprego. Ao final do processo, das 40 inicialmente consideradas aptas a participar em todo o país, quatro iniciativas serão premiadas com até RS 120 mil da pela Fundação Banco do Brasil.

Orgulhoso com o desempenho de Maracaí no prêmio, o prefeito Eduardo Corrêa Sotana (PSD), conhecido como Tatu, conta que em pouco mais de dois anos o município deu um salto de qualidade e organização na coleta seletiva, tornando-se referência em todo país. “Com o trabalho desenvolvido pela Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis de Maracaí (Coopascam), nós obtivemos diversas melhorias: sediamos o encontro regional de catadores, entregamos novos uniformes, adquirimos uma nova esteira e um caminhão gaiola para a entidade e o investimento em reciclagem saltou de 12 mil para mais de 230 mil ao ano. Esse trabalho das meninas da reciclagem não é só fundamental para Maracaí, mas é o nosso futuro! É o que vai fazer nosso planeta sobreviver e se manter em desenvolvimento com sustentabilidade”, afirma Tatu.

"É um orgulho saber que nosso trabalho se tornou uma referência", declarou Manoel David, prefeito de Tietê.

“É um orgulho saber que nosso trabalho se tornou uma referência”, declarou Manoel David, prefeito de Tietê.

Em Tietê, a atual metodologia utilizada na coleta seletiva pela Coopereti (Cooperativa de Reciclagem de Tietê) começou há dois anos, de acordo com o prefeito Manoel David (PSD). “Nós reunimos os trabalhadores que estavam na informalidade, capacitamos, cedemos veículos e um espaço adequado, e conseguimos a doação de equipamentos da iniciativa privada para que o trabalho de coleta e reciclagem fosse feito com qualidade”, conta ele.

Hoje, a Prefeitura paga por produtividade aos funcionários da cooperativa, e todas essas ações trabalho têm gerado bons resultados. “Por isso, o ótimo desempenho no prêmio Pró Catador nos deixa muito satisfeitos. É um reconhecimento por nossa contribuição em fazer esse trabalho importante que é ajudar a cuidar do meio ambiente”, diz Manoel David.

As próximas etapas da seleção correspondem à visita da comissão avaliadora às iniciativas finalistas e, por fim, os relatórios serão analisados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A premiação está prevista para ocorrer entre os dias 30 de novembro e 2 de dezembro, na Expocatadores em São Paulo.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter