GESTÃO

Nova Odessa quita dívidas com fornecedores

Gestão do prefeito Cláudio José Schooder (PSD), o Leitinho, pagou R$ 6,6 milhões em débitos deixados pela administração anterior


09 de junho de 2021

Prefeito Leitinho (PSD) trabalha para equilibrar orçamento e resgatar credibilidade do município do interior paulista

 

A gestão do prefeito de Nova Odessa, Cláudio José Schooder (PSD), o Leitinho, pagou todas as notas fiscais de fornecedores referentes ao exercício de 2020 que não foram quitadas pelo governo anterior até 31 de dezembro. O valor total dos débitos, que inclui aquisições de produtos e prestação de serviços, é de R$ 6.688.628,76. A administração do município do interior do Estado de São Paulo, que tem cerca de 60 mil habitantes, também quitou os R$ 77.295.546,23 em compras de produtos e serviços que estavam com vencimento previsto para os primeiros meses deste ano.

Publicado pelo prefeito no dia 17 de março, o decreto municipal 4.381/2021 determina que “recebida a nota fiscal pelo responsável pela conferência dos produtos ou execução dos serviços, este deverá lançar o ateste ou recusá-la no prazo máximo de 10 dias”. Ainda segundo o decreto, “fica estabelecido que, após efetiva conferência dos itens ou da execução dos serviços, o pagamento deverá ser realizado em até 10 dias, fora a dezena da data do ateste das notas fiscais”.

A iniciativa teve como objetivo recuperar a credibilidade da administração e garantir que mais empresas queiram participar de compras públicas no município. “Estamos fugindo do estereótipo de que a Prefeitura era uma má pagadora. Vamos readquirir a confiança dos fornecedores, teremos uma maior concorrência e, com isso, o barateamento dos produtos e serviços que adquirirmos. Quanto maior o leque de fornecedores interessados, que confiam na Prefeitura, maior a concorrência e melhores os preços ofertados”, explicou o secretário municipal de Finanças, Brauner Feliciano.

 Comente!



multimídia
Vídeos
WhatsAppFacebookTwitter